SURPREENDIDO

Oeste e Penapolense se enfrentaram nesta sexta-feira pelo Campeonato Paulista da Série A2. E o resultado final engana. Apesar do 3 a 1 para a equipe do interior, o Rubrão criou as melhores oportunidades e dominou a posse de bola durante os 90 minutos.

A equipe voltará a campo na próxima segunda-feira, às 19h, para enfrentar o Nacional pela A2.

Primeiro tempo

A primeira etapa foi bastante movimentada e com um resultado injusto. O Oeste começou dominando a posse de bola e bastante tranquilo dentro de campo, característica do time desde a temporada passada. Mazinho deu o primeiro arremate da partida. Após passe de Betinho, o camisa 10 bateu firme, mas em cima do goleiro Thiago Passos.

A equipe do técnico Roberto Cavalo se manteve em cima, levando perigo após um cruzamento rasteiro de Marion que Mazinho e Bruno Lopes quase mandaram pra rede. Pouco depois, o Penapolense aproveitou falta na entrada da área para abrir o placar: 1 a0.

A frieza do Oeste se manteve intacta e Joilson deixou tudo igual. Após batida de escanteio do maestro Mazinho, o camisa 3 deu um ‘tiro’ de cabeça: 1 a 1. É o primeiro gol do defensor na temporada.

Depois do empate, o Rubrão seguiu sem ser atrapalhado, chegando com perigo em mais duas finalizações fortes de Betinho e Bruno Lopes. Porém, o adversário achou outro gol. De longe, Grafite bateu forte sem chances para Willian Menezes: 2 a 1.

Segunda etapa

Na volta do segundo tempo, Roberto Cavalo colocou o meia-atacante Raphael Luz e o centroavante Nicolas Careca nas vagas de Lídio e Ricardinho. Com as mexidas, Marion foi deslocado para a ala esquerda.

Assim como no primeiro tempo, o Oeste seguiu em cima do Penapolense. Nicolas entrou ligado na partida e sendo o jogador mais procurado no setor ofensivo. Na linha de meio campo, a equipe manteve o controle do jogo.

E as mexidas surtiram efeito. O Rubrão ficou todo o tempo com a marcação adiantada e com maior posse de bola. A pressão permitiu o time de Barueri a ter uma bola parada próxima da área. Em jogada ensaiada, Raphael Luz rolou e Mazinho encheu o pé. No rebote, Bruno Lopes dividiu com o camisa 1 e a bola saiu para escanteio.

Aos 23 minutos, Cavalo colocou Pedrinho no lugar de Marion. O jovem atleta entrou com muita disposição, caindo por ambos os lados do campo e colocando maior velocidade no time.

Na reta final do jogo, o Penapolense chegou ao terceiro gol: 3 a 1.

Ficha técnica

Oeste: Willian Menezes; Daniel Borges, Joilson, Leandro Amaro e Ricardo (Raphael Luz); Lídio (Raphel Luz), Betinho e Wallace Bonilha; Mazinho, Marion (Pedrinho) e Bruno Lopes.
Técnico: Roberto Cavalo.

Árbitro: José Claudio Rocha Filha.
Assistentes: Marco Antônio de Andrade e Leandro Aires Cossette.
Quarto árbitro: Paulo Santiago de Medeiros.
Local: Arena Barueri, Barueri (SP).
Data: sexta-feira (09), às 19h.

Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC