FALA, TADEU!

O empate em 0 a 0 com a Ponte Preta fez o goleiro Tadeu passar um jogo sem sofrer gols depois de três partidas seguidas sendo alvo de seus adversários. O arqueiro, único atleta que atuou em todos os jogos do Oeste até agora na Série B, lamentou a oscilação rubro-negra na competição, mas afirmou que o próximo jogo pode ser decisivo para o rumo da equipe no torneio.  

- Na verdade começamos muito bem o segundo turno, mas nessas últimas rodadas acabamos oscilando. Acredito que fizemos uma boa partida contra a Ponte e tivemos uma evolução. Vamos pra um jogo difícil contra o Brasil e um resultado positivo faz a gente subir na tabela e voltar a olhar pro G4 - analisou o camisa 1. 

Tadeu acredita que é hora do elenco do Rubrão 'mudar a chave' em seus obejtivos. Se antes a vontade do Oeste era subir, agora o primeiro pensamento deve ser o de permanecer na Série B. 

 

- Nosso objetivo sempre foi brigar pelo acesso, mas estamos um pouco distantes do G4. Restam 11 rodadas então temos que ter uma arrancada e uma sequencia boa pra poder ainda brigar. Vamos passo a passo, jogo a jogo, fazer a pontuação pra permanecer e depois olhar pra cima que é onde queremos estar, brigando pelo acesso - declarou. 

Tadeu analisou o próximo duelo do Oeste, contra o Brasil de Pelotas, no Rio Grande do Sul. Na 14ª posição, a equipe de Roberto Cavalo encara o 15º colocado na Série B. O jogo acontece sábado, às 16h30, no Bento Freitas. 


- Jogo difícil. A equipe deles vem de vitória dentro de casa, sabemos que a torcida comparece e apoia em peso, mas teremos a mesma entrega, comprometimento e vontade que tivemos diante da Ponte. Temos tudo pra fazer um grande jogo lá e com nossa qualidade tentar sair com a vitória. Estamos concentrados pra fazer uma boa partida la - concluiu Tadeu. 


Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC